Google Translate

Google Connect

Google+ Followers

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Vilma Belfort Uma História




Publicado em 13/11/2012 por 
Uma história de Vilma Belfort Direção: Julio Lellis Elenco: Fábio Aiolfi, Silvia Stutz , Douglas Apelfeller Direção de Fotografia e Trilha Sonora: Breno Pessurno Direção de Arte: Carlos Saul Zebulun Montagem: Andre Damin Coaching/ Figurino: Lucia Paiva Continuidade: Isabelle Kossin Claquete: Jaqueline Ferrazzo Produção: Sinos Filmes

Categoria:

Licença:

Licença padrão do YouTube











domingo, 11 de novembro de 2012

Leomária Mendes Sobrinho Desenho



Desenho

Leomária Mendes Sobrinho

Passo o traço
faço a curva
alinho a reta;

Uso o transferidor
Guardo a pasta
com a caneta;

Tenho lápis de côr
Gosto disso
do que faço
Sou desenhista;

Abro o meu compasso
Meço o teu no pedaço de papel,
e com a aranha contorno
numa curva estranha

a área com uma cova!

Ao centro da perspectiva
de idéia bem seletiva
sou artista
muito liberal

Na verdade, muito desigual,
tenho que ser calculista
ter golpe de vista
ser genial!

Ser desenhista
Invadir o círculo
Penetrar a aresta
Esconder o polo.
Leomária Mendes Sobrinho











Benedito C G Lima Os Elementos



Os Elementos

Benedito C. G. Lima

Às vezes fico pensando
Quem sou eu na verdade!

Se o ar
é um sopro divino
que deu vida ao homem,
que carrega mil sonhos,
diluídos no vento.

Às vezes fico pensando
e não encontro explicação!

Se a água
é de Deus a doce lágrima,
é do céu a simples chuva,
que o mundo é o choro.
A água não é mais do que H2O.
Então serei louco?

Então
por que será que o fogo

é uma chama.
Foi do inferno, mas clareia o paraíso;

queima, anima, e é mistério!

O fogo domina o mundo!


E a terra é redonda.
É uma bola!

Nela nascem as flores
e os homens,
os
animais
e tudo mais.


A terra da lua
é igual a terra da Terra?
Benedito C. G. Lima


Benedito C G Lima Dia de Chuva

Dia de chuva


Benedito C.G.Lima

A música pluvialmente tamborilha

No telhado velho com monotonia

E o sono toma conta assim da gente

Nada a nossos olhas já perfila...

Cada pingo soa puro poesia!


O ar ganha perfume e o céu fica escuro

A chuva forte abate e derruba o vaga-lume

Que debate em desespero no barro puro

E o sol se esconde no horizonte de ciúmes
 Benedito C.G.Lima

Benedito C G Lima TUDO


TUDO

Benedito C.G.Lima


Tudo ficou gravado:
As noites serenas;
os nossos abraços;
os nossos risos
que se confundiam com os cantores
da noite e da natureza

Tudo ficou gravado
em imagens que o tempo não conseguiu apagar.
Onde ninguem passou!
É claro que ficou
somente em nossos corações apaixonados!
Benedito C.G.Lima


Vote http://www.lustatotenterrara.com/contato.php
Votos:

7 = Bom!
8 = Muito Bom!
9 = Ótimo!
10 = Excelente!
11 = Excepcional!
12 = O melhor poema que eu já li.

5 = para desclassificar. 
É claro que não desclassifica. 
É apenas um voto de desaprovação.

Posts Mais Acessados